A - I n f o s

a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **
News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts Our archives of old posts

The last 100 posts, according to language
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Catalan_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ _The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_
First few lines of all posts of last 24 hours | of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006 | of 2007 | of 2008 | of 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018 | of 2019 | of 2020 | of 2021 | of 2022 | of 2023 | of 2024

Syndication Of A-Infos - including RDF - How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups

(pt) Czech, Ostrava AF: O ataque a Fico confirmou que a propaganda por atos nunca funcionou (ca, de, en, it, tr)[traduccion automatica]

Date Thu, 13 Jun 2024 08:46:22 +0300


Trazemos para vocês uma breve reflexão sobre o assassinato de Robert Fico em maio. ---- O recente tiroteio contra o primeiro-ministro eslovaco lembrou a era do final do século 19, quando os anarquistas também usaram táticas de assassinato contra governantes. Na época, o movimento acreditava que os assassinatos de figuras de poder poderiam levar a sociedade à liberdade. Muitos anarquistas presumiram que o terror individual contra membros da classe dominante inspiraria outras pessoas desprivilegiadas a se levantarem em armas e derrubarem o capitalismo.
No entanto, o oposto geralmente era verdadeiro. Basta lembrar, por exemplo, o anarquista Luigi Luccheni, que matou a Imperatriz Sissi. O público ficou indignado com este acto e as pessoas mostraram uma onda de solidariedade em vez de paixão por ideias revolucionárias. A consequência do assassinato foi a definição do anarquismo como uma ideologia terrorista e o aumento da repressão contra o movimento operário. O mesmo aconteceu com o ataque ao rei Umberto ou ao ministro checoslovaco Alois Rashín. Seguiu-se uma repressão brutal, enquanto a sociedade continuava a funcionar sob o domínio do Estado e do capital de forma inalterada.

Embora o atirador Juraj Cintula não tenha atirado no desejo de uma sociedade sem opressão, sua ação sem dúvida teve consequências completamente diferentes das que ele provavelmente previu antes do ataque. Talvez quisesse desviar a política eslovaca do fascismo de Putin, talvez quisesse afastar um político que provavelmente esteve envolvido na ordenação do assassinato do jornalista Ján Kuciak e da sua noiva. Por enquanto, porém, parece que o Estado utilizará o assassinato para consolidar ainda mais o poder. Fico será substituído por um político de estilo semelhante, senão pior, e tudo voltará ao antigo caminho. É preciso atacar a lógica do sistema, o Fico era apenas o seu produto.

Se queremos uma sociedade livre, não precisamos de políticos para disparar. Basta parar de votar neles. Sem os nossos votos, eles não têm poder.

https://oafed.noblogs.org/post/2024/05/25/utok-na-fica-potvrdil-ze-propaganda-cinem-nikdy-nefungovala/
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe https://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt
A-Infos Information Center