A - I n f o s

a multi-lingual news service by, for, and about anarchists **
News in all languages
Last 40 posts (Homepage) Last two weeks' posts Our archives of old posts

The last 100 posts, according to language
Greek_ 中文 Chinese_ Castellano_ Catalan_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_ _The.Supplement

The First Few Lines of The Last 10 posts in:
Castellano_ Deutsch_ Nederlands_ English_ Français_ Italiano_ Polski_ Português_ Russkyi_ Suomi_ Svenska_ Türkçe_
First few lines of all posts of last 24 hours | of past 30 days | of 2002 | of 2003 | of 2004 | of 2005 | of 2006 | of 2007 | of 2008 | of 2009 | of 2010 | of 2011 | of 2012 | of 2013 | of 2014 | of 2015 | of 2016 | of 2017 | of 2018 | of 2019 | of 2020 | of 2021

Syndication Of A-Infos - including RDF - How to Syndicate A-Infos
Subscribe to the a-infos newsgroups

(pt) Argentina, Cordoba, OAC: Ontem marcou um novo aniversário da morte de Nestor Makhno - um dos militantes mais destacados que o movimento anarquista deu (ca, de, en, it, tr)[traduccion automatica]

Date Thu, 4 Aug 2022 10:15:04 +0300


Nestor Makhno, um camponês ucraniano, formou-se política e ideologicamente durante as revoluções de 1905 e 1917, forjando laços nas prisões russas com militantes como Pyotr Arshinov. ---- Com sua libertação e no calor da Revolução de 1917, entregou-se totalmente ao trabalho revolucionário, retornando à sua terra para organizar os trabalhadores e camponeses, fundando o Sindicato Profissional dos Trabalhadores Agrícolas e um soviete local de camponeses como bem como a primeira comuna livre da região. Ele também atua como presidente do Sindicato Profissional dos Metalúrgicos e do Soviete de Camponeses e Trabalhadores. ---- Ele lidera um dos episódios mais importantes da história do movimento anarquista, a Revolução Makhnovista ou a Makhnovitschina. Um verdadeiro movimento social e revolucionário em que muitas das teses libertárias foram aplicadas, radicalizando os trabalhadores e camponeses de baixo, expropriando e coletivizando terras de senhores e latifundiários, criando sovietes e comitês revolucionários pelo caminho.
O exército negro foi a resposta armada deste movimento para enfrentar os brancos czaristas, os exércitos imperialistas europeus e os bolcheviques russos, que punham em perigo as conquistas e conquistas da Revolução composta inteiramente por operários e camponeses armados.

Com a derrota nas mãos do exército vermelho, makhno deve ir para o exílio, já em Paris junto com outros militantes exilados como Arshinov, Maksinov e Mett fundaram o "grupo de anarquistas russos no exterior", com o qual editam a revista Dielo Truda, nele incorporam as lições da Revolução Russa e da derrota anarquista, urgindo a organização dos anarquistas em uma plataforma organizacional sólida, com base programática, unidade teórico-prática e uma militância determinada e disciplinada no meio social.

"o anarquismo não pode continuar a ser emparedado nos estreitos parâmetros de um pensamento marginal, ao qual apenas alguns pequenos grupos subscrevem, operando isoladamente. Sua influência natural na mentalidade dos grupos humanos em luta é um tanto aparente. ser conscientemente assimilado, deve então munir-se de novas abordagens e começar aqui e agora a enriquecer-se com as contribuições das práticas sociais".

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=416776700480183&set=a.30649261150859
_________________________________________
A - I n f o s Uma Agencia De Noticias
De, Por e Para Anarquistas
Send news reports to A-infos-pt mailing list
A-infos-pt@ainfos.ca
Subscribe/Unsubscribe https://ainfos.ca/mailman/listinfo/a-infos-pt
Archive http://ainfos.ca/pt
A-Infos Information Center